AUMENTO DE 35% NOS PLANOS DE SAÚDE, VEJA O QUE FAZER.

AUMENTO DE 35% NOS PLANOS DE SAÚDE, VEJA O QUE FAZER.

A partir do mês de janeiro de 2021, os planos de saúde devem receber reajustes no valor de suas mensalidades, aumento que é previsto em lei começa a ser aplicado aos planos individuais e coletivos neste mês e também o aumento referente ao reajuste que deveria ter sido aplicado nos meses de setembro a dezembro, sendo assim o aumento pode chegar a 35%.

Sendo este último, adiado em decorrência da pandemia do novo Corona vírus, tendo beneficiado cerca de 20,2 milhões de usuários e 5,3 milhões que teriam aumento em decorrência de alteração de faixa etária.

Quais os reajustes que podem ser cobrados em 2021?

  • Anual adiado de 2020;
  • Anual de 2021;
  • Por mudança de faixa etária.

A cobrança será feita em 12 parcelas iguais a partir de janeiro. As operadoras podem começar a cobrar os reajustes de 2021 na data-base. O número de parcelas pode ser maior ou menor, desde que seja acordado entre usuário e operadora.

O que fazer?

O consumidor se julgar o aumento abusivo, poderá abrir reclamação no PROCON, mas a negociação é sempre o caminho mais indicado. Caso o consumidor não consiga reduzir o valor do aumento, existe também a possibilidade de troca de plano de saúde, onde na sua maioria, faz a compra da carência do plano anterior, mantendo assim um tempo menor ou inexistente de carência para o seu novo plano.

A compra de carência respeita algumas regras que podem mudar de operadora para operadora, mas auxilia na redução de custos em tempos de dificuldade, impedindo que o consumidor perca a segurança de estar coberto por um plano de saúde.

Existem diversas operadoras que fornecem um atendimento bom, com valores reduzidos, além de diversas promoções para novos contratantes, caso queira conhecer mais sobre os valores e sobre compra de carência, preencha o formulário abaixo!

Não sofra com altos valores, converse com um de nossos consultores!

Preencha o Formulário para receber um contato!

DDD 9XXXX-XXXX

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *